Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Matérias / Entretenimento

Problemas de elenco e censura: 5 curiosidades sobre 'Alf, o ETeimoso'

Mais lidas: O lendário seriado contendo o alienígena carismático angariou o público ao longo de 102 capítulos em 4 temporadas

Wallacy Ferrari Publicado em 17/10/2022, às 19h15 - Atualizado em 31/10/2022, às 09h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fotografia em plano retrato de Alf - Divulgação / NBC
Fotografia em plano retrato de Alf - Divulgação / NBC

Durante a década de 1980 e 1990, uma criatura pouco usual foi capaz de angariar o público com muito humor e carisma; ALF, da abreviatura de 'Alien Life Form' ("forma de vida alienígena", em tradução livre), tornou-se o "ETeimoso" no título de sua série quando transmitido na televisão brasileira.

Acolhido por 102 episódios na residência de uma família tipicamente norte-americana, a produção teve quatro temporadas originalmente transmitidas pela rede estadunidense NBC e, em terras tupiniquins, passou na TV Globo, Bandeirantes e SBT. Sabendo do sucesso, o Aventuras na História separou 5 curiosidades, reportadas anteriormente pelo portal Notícias da TV, sobre o memorável seriado.

Confira abaixo 5 curiosidades sobre 'Alf, o Eteimoso’:

1. Inspiração em Spielberg

Nos Estados Unidos, a estreia oficial do seriado ocorreu em 22 de setembro de 1986, quatro anos depois do lançamento de uma outra produção de sucesso que angariou o público norte-americano. "E.T. O Extraterreste", dirigido por Steven Spielberg, arrecadou mais de US$ 792 milhões em bilheteria após estrear no Natal de 1982.

A história apresenta semelhança; uma criatura de outro planeta é abrigada em uma residência familiar e deve ser escondida das forças de segurança após criar uma relação de carinho com os residentes. Alf, por outro lado, é uma paródia com hábitos menos ingênuos que o ET, chegando a abusar da ironia e se comunicando com facilidade.


2. Não tinha plateia

Se engana quem acredita que a sitcom era passada ao vivo; as risadas do seriado eram inteiramente gravadas para evitar que o roteiro fosse revelado para o público antes de ir ao ar. Pelo fato de ser uma produção complicada por contar com o cuidadoso manuseio do fantoche do protagonista, as gravações eram massivamente repetidas e, por isso, tirariam as intenções humorísticas em caso de ser apresentado ao vivo.


3. Caro e massivo

Não era apenas a animação e manuseio do boneco que tornava a série cara; diversos adventos técnicos e efeitos especiais obrigava a NBC a arcar com custos altos em comparação a outras séries da época, como 'Arnold' e 'Três é Demais'. Por isso, a alternativa encontrada pela emissora para diminuir as despesas foi licenciar uma versão do boneco e outros produtos contendo Alf para o varejo, recebendo parte do lucro das vendas.


4. Censura no roteiro

Alf repousa em janela após consumir bebida alcoólica / Crédito : Divulgação / NBC

Apesar de ingênua e destinada ao público infantojuvenil, a série sofreu represálias ainda na primeira temporada, tendo cortes no roteiro solicitados pela direção da NBC. A alta cúpula do canal não gostou de ter visto, nos primeiros episódios, o alienígena consumindo bebidas alcoólicas, orientando que o fato não se repetisse ao longo da trama, sendo acatado pelos criadores até o último episódio.


5. Atores incomodados

Após o término da série, dois atores do elenco principal, sendo eles Anne Schedeen e Max Wright, manifestaram publicamente o incômodo com as gravações, que eram demoradas, cansativas e ainda obrigavam que seus papéis servissem de escada para tiradas de um fantoche.

+Conheça a história por trás do final sombrio de 'Alf, o ETeimoso'

Wright, intérprete do personagem Willie, como forma de encerrar o ciclo, não se despediu do elenco após a última gravação, apenas recolhendo seus itens pessoais no camarim e deixando o complexo de estúdios da NBC

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!