Curiosidades » China

Múmia de Tarim: A instigante mulher caucasiana de 3 mil anos

Encontrada no deserto de Taklamakan, próximo à China, a múmia natural estava em estado, quase que, perfeito de conservação

Alana Sousa Publicado em 26/05/2020, às 05h00

Múmia de Tarim, a mulher caucasiana
Múmia de Tarim, a mulher caucasiana - Divulgação

Em 1980, no deserto de Taklamakan, localizado em Xinjiang, uma região autônoma da República Popular da China, foram encontradas diversas múmias da civilização tocariana, um povo indo-europeia que viveu na Ásia Central, por volta do ano 1.000 a.C.. Entre os esqueletos descobertos, estava o de uma mulher, extremamente bem preservado, que intrigou pesquisadores.

Acredita-se que a mulher tinha cerca de 40 anos quando morreu, devido à causa desconhecidas. Os traços da múmia levou o sinologista americano, Victor H. Mair, a definir que ela pertence à raça caucasiana, assim como os outros restos mortais que foram retirados do mesmo local.

Como possivelmente seria a mulher caucasiana / Crédito: Divulgação

 

O esqueleto mostra que a pessoa era alta, loira, com um nariz alongado. Seus cabelos estão presos em duas tranças, quase que, perfeitamente conservadas. O tecido de suas vestes se assemelha ao usado pelos celtas.

Conhecida como uma das múmias de Tarim, pois seu cadáver estava próximo ao rio de mesmo nome, uma autópsia revelou que o corpo permaneceu preservado por conta da aridez e salinidade do deserto. As temperaturas congelantes também auxiliaram no processo de mumificação natural.

Juntamente ao seu corpo, foi encontrada a múmia de uma criança, no entanto, os arqueólogos não puderam responder se havia alguma relação entre eles. Apesar dos esqueletos terem sido encontrados em território chinês, eles eram descendentes de europeus.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo

Arqueologia, Pedro Paulo Funari (2003) - https://amzn.to/2t9EZeX

Mistérios da arqueologia e da história: Um guia para o lado oculto da ciência, Preston Peet (2015) - https://amzn.to/2QKRqXH

Uma breve história da arqueologia, Brian Fagan (2019) - https://amzn.to/2tLZFcY

Descobrindo a arqueologia: o que os mortos podem nos contar sobre a vida?, Alecsandra Fernandes (2014) - https://amzn.to/3b378FC

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W