Coronavírus » Pandemia

Astronautas estão em quarentena para se proteger do coronavírus, diz NASA

A agência espacial está com boa parte dos funcionários e futuros viajantes espaciais trabalhando isolados em casa

Vanessa Centamori Publicado em 19/03/2020, às 14h30

Astronauta da NASA no espaço
Astronauta da NASA no espaço - Divulgação/ NASA

Sob a ameaça do coronavírus, a NASA anunciou na última quarta-feira, 18, que estabeleceu trabalho remoto obrigatório para boa parte dos astronautas e funcionários do Kennedy Space Center, no estado americano da Flórida; além de para aqueles do Johnson Space Center, em Houston, e todos os demais centros da agência espacial. 

A NASA tem um protocolo que classifica a crise do coronavírus em quatro estágios de gravidade — já estamos no terceiro, desde a última terça, dia 17 de março . Um dos administradores da NASA, Jim Bridenstine, declarou desde então que várias medidas de precaução passariam a ser adotadas.

Entre elas, estão encontros virtuais, limitação de viagens e acesso restrito para civis, que só poderão entrar nas unidades da agência espacial se tiverem materiais essenciais para missões espaciais. 

Foto mostra quando os astronautas da Apollo 11 retornaram para Terra e ficaram em quarentena / Crédito: Divulgação/NASA 

 

Em comunicado, Bridenstine contou que a adoção do estágio três era um "passo pré-imperativo" para impedir a expansão do vírus na força de trabalho da NASA e nas comunidades. “Eu fortemente encorajo você e suas famílias a seguirem guias locais, estaduais e federais para permanecerem saudáveis e ajudarem a conter o vírus”, declarou. 

Se a NASA partir para um quarto estágio, suas bases aqui na Terra serão fechadas, até mesmo para aqueles funcionários considerados essenciais para as missões espaciais. Todas as viagens também estarão suspensas.

As medidas de quarentena tem grande importância,  principalmente para astronautas que estarão em breve no espaço. É o caso de Doug Hurley e Robert Behnke, que estão treinando para decolarem no foguete comercial da Space X, Crew Dragon, em maio. Será o primeiro vôo de astronautas em uma nave dos EUA, em quase uma década. 

Mesmo se não existisse o coronavírus, Hurley e Behnken normalmente já seguiriam regras para manter a saúde em dia para a missão. Ambos estão em uma bolha de quarentena que inclui também suas famílias. 

Os astronautas demonstraram, em entrevista ao canal CBS, que seguirão cautelosos para chegarem com saúde ao espaço. “Nós faremos as coisas certas e com sorte vamos chegar ao local de lançamento saudáveis quando realmente decolarmos”, disse Hurley.