Coronavírus » Pandemia

Polícia espanhola é obrigada a parar uma orgia durante o isolamento do Coronavírus

As autoridades prenderam oito pessoas que violaram o bloqueio e organizaram um encontro movido a sexo e drogas

Paola Churchill Publicado em 26/03/2020, às 12h00

Camisinhas de todas as cores
Camisinhas de todas as cores - Pixabay

A polícia espanhola foi obrigada a parar uma orgia que acontecia durante o confinamento do Coronavírus. Oito pessoas foram presas acusadas de violar a quarentena e organizar um encontro movido a sexo e drogas.

Em Barcelona, os agentes disfarçados invadiram o evento, enquanto seus participantes se preparavam para uma sessão de sexo grupal em um apartamento alugado para as férias durante o toque de recolher em meio a crise de pandemia do país.

Um dos organizadores da festa avisou os detetives após se sentir culpado por violar as regras da quarentena. Os convidados do bacanal devem ser multados por violar as ordens gorvenamentais de permanecerem em suas casas e evitar socializações.

O chefe de polícia espanhol revelou que ontem, 25, foram feitas 55 prisões por todo o país e que multaram mais de 6 mil pessoas por violarem o isolamento, o que inclui evitar contato social próximo.

O país superou o número de mortos registrados na China, com 3.434 vítimas fatais, desde o começo da pandemia. Na última quarta-feira, 25, 738 espanhóis vieram a óbito por conta do Covid-19.