Notícias » Ucrânia

Criança morreu desidratada após bloqueio de água por exército russo, diz Zelensky

O caso foi revelado pelo presidente ucraniano e ocorreu em uma das cidades que mais sofrem com a guerra

Wallacy Ferrari Publicado em 08/03/2022, às 11h03

Imagem ilustrativa de uma boneca quebrada
Imagem ilustrativa de uma boneca quebrada - Imagem de Pam Simon por Pixabay

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, tornou pública uma informação oficial sobre dados relativos as causas de mortes no país desde o início da operação militar que resulta na invasão da Rússia, chamando atenção para um caso em específico que mostra que nem todas as vítimas fatais da intervenção foram alvos de munição rival.

De acordo com o chefe de estado, uma criança morreu por desidratação em decorrência do desabastecimento de água e alimentos na cidade portuária de Mariupol. Tal racionamento ocorre pela presença do Exército da Rússia, que realiza um bloqueio na região como uma forma de proporcionar escassez e negociar uma possível rendição.

Em vídeo, o líder ucraniano lamentou que "a escassez levou à trágica perda de uma criança por desidratação", acrescentando que o município onde o caso ocorreu também enfrenta falta de energia elétrica, transportes e gás para aquecimento, este último de extrema importância em meio ao inverno europeu.

De acordo com o portal UOL, a Câmara Municipal de Mariupol tenta estancar o sofrimento local com deslocando materiais de ajuda humanitária para a cidade, onde distribuirão alimentos, água e suprimentos médicos.