Notícias » Brasil

Mulher gasta 880 mil reais achando que namorava astro grego

A vítima, brasileira, foi enganada e acreditava que estava em um relacionamento com o cantor Yanni

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 02/12/2021, às 18h16

Foto de imprensa do cantor grego Yanni
Foto de imprensa do cantor grego Yanni - Wikimedia Commons / Yanni

O crime de estelionato significa que alguém foi enganado e, devido a este engano, foi-lhe causado prejuízo, segundo o site oficial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Outros Territórios. Estes tipos de casos, muitas vezes, envolvem pessoas que se passam por astros e celebridades, conseguindo dinheiro de fãs ou pessoas interessadas.

Denunciado nesta quinta-feira, 02 de dezembro, um homem nigeriano residindo no Brasil será julgado por um caso de estelionato, no qual o indivíduo, supostamente, enganou uma mulher de 59 anos, fingindo ser o cantor gregoYanni, iniciando um relacionamento e roubando cerca de R$ 880.000 da vítima.

A brasileira conheceu o nigeriano, já usando o disfarce de Yanni, nas redes sociais, no entanto, aparentemente conheceram-se mais e começaram a conversar no aplicativo WhatsApp, no qual, após certo tempo, combinaram de se casar — processo que envolvia a mulher fazer diversas transferências bancárias ao seu ‘namorado famoso'.

Segundo cobertura do portal de notícias UOL, o enganador faz parte de uma quadrilha internacional de origem nigeriana, chamada ‘Yahoo Boys’, que já fez 400 vítimas aqui no Brasil e já esteve envolvida em diversos outros casos de estelionato.

O processo está sendo organizado em segredo e a família da mulher enganada está mantendo sigilo sobre informações do caso, no entanto, aparentemente a preocupação maior começou quando a vítima de ‘Yanni’ ligou desesperada, implorando por 10 milhões de reais porque o cantor teria sido sequestrado e precisava de resgate.