Matérias » Pandemia

Coronavírus: Trump está acompanhando o que chama de "surto sério" no Brasil

Republicano ainda avalia cancelar todos os voos internacionais que tenham como origem países afetados fortemente pelo corona

Caio Tortamano Publicado em 29/04/2020, às 00h00

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Getty Images

Enquanto discutia situações de voos internacionais nos Estados Unidos, Donald Trump fez uma declaração a respeito do Brasil, destacando o “surto sério” do novo coronavírus e afirmando que acompanha a situação do país de perto.

Para o presidente americano, o Brasil está próximo de um alto número de infecções causadas pelo vírus. O governo estuda a implementação de testes em passageiros de voos internacionais.

Trump ainda comentou que o Brasil o preocupa uma vez que o governo tem se posicionado de maneira diferente aos demais países da América do Sul.  “(...)se você olhar os dados, vai ver o que aconteceu infelizmente com o Brasil”.

Além disso, ele mencionou Bolsonaro quando desejou que o país se recuperasse: “(...) eu espero que eles fiquem bem. Ele é muito amigo meu, o presidente", afirmou o político.

A embaixada dos Estados Unidos no Brasil emitiu uma declaração para que os americanos residentes se preparassem para retornar aos EUA — o que não se aplica aos estadunidenses que tem moradia fixa no país. A razão disso seria o possível interrompimento de voos entre os países.