Matérias » Personagem

Fanatismo mortal: como a morte do astro Rudolph Valentino levou seus fãs ao suicídio

Uma das maiores estrelas de Hollywood na década de 1920, Valentino levou a uma comoção mundial após sua hospitalização e óbito

Joseane Pereira Publicado em 13/03/2020, às 09h00

Rudolph Valentino e Agnes Ayres no filme The Sheik
Rudolph Valentino e Agnes Ayres no filme The Sheik - Getty Images

Ter uma legião de fãs é algo comum a qualquer artista de sucesso. Entretanto, a história do ator italiano Rudolph Valentino acabou sendo mais extrema do que isso. Ícone pop e símbolo sexual na Hollywood dos anos 20, sua morte aos 31 anos acabou causando uma histeria em massa entre seus fãs — alguns chegando ao ponto de cometer suicídio.

Morte inesperada 

Em sua trajetória, Rudolph Valentino estrelou filmes de sucesso como Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse, Sangue e Areia e O Filho do Sheik, atraindo admiradores por todo o mundo. Entretanto, a carreira duraria pouco: no dia 15 de agosto de 1926, ele acabou tendo um colapso em sua suíte de Nova Iorque, sendo submetido a uma cirurgia de emergência para tratar úlcera.

Valentino no drama "Monsieur Beaucaire", de 1924 / Crédito: Getty Images

 

Milhares de fãs faziam vigília na porta do hospital, esperando notícias do astro. Embora a cirurgia tenha sido bem sucedida, ele acabou adquirindo uma inflamação que se espalhou por todo o corpo, levando-o à morte oito dias depois, em 23 de agosto de 1926.

Atitudes radicais

É de se esperar que a morte de um ídolo cause comoção. Mas o que estaria por vir passava de todos os limites: pessoas começaram a se suicidar após receberem a notícia. Fora do hospital onde Valentino morreu, duas mulheres tentaram cometer suicídio, enquanto uma fã em Londres tomou veneno segurando uma foto de seu astro. Um jovem foi encontrado morto em sua cama, coberto com fotografias de Valentino.

Funeral do astro nas ruas de Nova Iorque / Crédito: Getty Images

 

Durante o funeral, mais de 100 mil pessoas saíram às ruas da cidade em prantos, despedaçando as janelas da casa funerária e desmoronando sobre seu caixão em uma espécie de histeria coletiva. Onze quarteirões ficaram lotados, e mais de 100 oficiais da polícia de Nova York foram acionados.

O corpo do astro permaneceu na casa funerária por mais três dias, permitindo que fãs tivessem oportunidade de vê-lo e se despedir. Um ano após sua morte, uma mulher vestida de preto passou a visitar o túmulo do ator, carregando uma rosa vermelha. A misteriosa mulher continuou a fazer isso ao longo de décadas, fazendo surgir uma tradição: no aniversário da morte de Valentino, várias mulheres de preto visitam seu túmulo com rosas brancas e vermelhas.


Saiba mais sobre astros de Hollywood através das obras abaixo:

As Mais Famosas Atrizes de Hollywood: 1940 a 1960, de Americo Luis Martins da Silva - https://amzn.to/2PANGay

The True Rudolph Valentino, de Baltasar Fernández Cué - https://amzn.to/36UXfaf

My Private Diary, de Rudolph Valentino - https://amzn.to/2ExLCd3

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.