Curiosidades » Política

Conheça 10 afrodescendentes que ocuparam cargos de destaque no mundo

Dos Estados Unidos ao Haiti, são líderes notórios que guiaram nações e exércitos para um novo capítulo na história da política

Redação Publicado em 17/06/2009, às 07h36 - Atualizado em 13/06/2021, às 11h00

Fotografias de Barack Obama e Joseph Jenkins, respectivamente
Fotografias de Barack Obama e Joseph Jenkins, respectivamente - Domínio Público/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Aos 47 anos, Barack Hussein Obama entrou para a história ao ser eleito presidente dos Estados Unidos. Naquela noite de 4 de novembro de 2008, ele começou a escrever um novo capítulo nos livros do país, da política norte-americana e de todo o mundo.

Antes de ele chegar lá, entretanto, diversos outros homens e mulheres africanos e afrodescendentes lutaram para garantir seu espaço em suas respectivas comunidades. Conheça alguns que alcançaram postos que, antes, eram exclusivos dos brancos.

1. Rei Piye (752 A.C.)

Diante de um Egito decadente, o imperador da Núbia (atual Sudão) decide colocar ordem no país vizinho. Piye ocupa a capital, Tebas, e inicia um governo de 35 anos, que dá origem à chamada dinastia dos faraós negros. Ao morrer, o imperador é enterrado em uma pirâmide, junto com quatro de seus cavalos favoritos.


2. Henrique do Haiti (1807)

Fotografia de Henrique do Haiti / Crédito: Lucietop/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

 

Nascido escravo em Granada, participa da luta do Haiti contra as tropas francesas, em 1791, e assume a presidência do país, em 1807. Em 1811, proclama a si mesmo imperador. Durante seus nove anos de reinado, Henrique cria uma nobreza haitiana, com 47 títulos.


3. Shaka Zulu (1818)

Ao assumir a chefia sobre a tribo zulu, transforma a etnia em um império. Para isso, conquista diversas tribos, em uma campanha que inspira comparações com Alexandre, o Grande. No momento em que foi assassinado, Shaka (1778-1828) governava cerca de 250 mil pessoas.


4. Harriet Tubman (1861)

Harriet Tubman já mais velha / Crédito: Creative Commons/ Wikimedia Commons

 

A ex-cativa (1820-1913) é a primeira mulher a liderar tropas americanas. Durante a Guerra Civil, ela comanda uma ação militar de resgate e consegue libertar 750 escravos das mãos da Confederação. A operação lhe rende o apelido de "Moisés dos negros".


5. John Richard Archer (1913)

O ativista (1863-1932) é o primeiro prefeito negro eleito na Inglaterra. Após seu mandato na cidade de Battersea, marcado por acusações racistas divulgadas pelo partido de oposição, passaria a vida militando contra o preconceito.


6. Kwame Nkrumah (1960)

Kwame Nkrumah junto de John F. Kennedy / Crédito: Biblioteca e Museu Presidencial John F. Kennedy

 

O líder político (1909-1972) é um dos maiores responsáveis pela independência de Gana, alcançada em 1957. Depois, torna-se premiê e presidente do país. Em 2000, é eleito pelos ouvintes da rádio BBC o homem africano do milênio.


7. Koffi Annan (1997)

Nascido em Gana, termina os estudos nos Estados Unidos. Começa a trabalhar na Organização das Nações Unidas em 1962. Em 1997, entra para a História como o primeiro secretário-geral negro da entidade, cargo que deixa em 2007.


8. Stanley O’neal (2002)

Nunca antes um afro-americano tinha dirigido um grande banco de Wall Street. O’Neal assume o Merril Lynch e só se afasta em 2007, após a empresa perder mais de 8 bilhões de dólares em créditos.


9. Barack Obama (2008)

Barack e Michelle Obama / Crédito: Creative Commons/ Wikimedia Commons

 

O democrata vence as prévias contra a senadora Hillary Clinton. Nas eleições de novembro, conquista o posto de 44º presidente do país. Nascido no Havaí, Barack Obama é filho de um economista queniano.  Sua esposa, Michelle, é tataraneta de um escravo da Carolina do Sul.


Docuementos históricos

A eleição norte-americana nas primeiras páginas

No dia 5 de novembro, os americanos fizeram filas nas bancas de revistas. Todos queriam os jornais com o resultado das eleições para presidente. Alguns periódicos reimprimiram 5 vezes a mesma edição. Sinal de que os leitores perceberam que, naquele dia, os jornais tinham História pura impressa nas primeiras páginas.


Você sabia?

Por Caio do Valle

Fotografia de Joseph Jenkins Roberts / Crédito: Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos

 

Em 1847, Joseph Jenkins Roberts (1809-1876) tornou-se o primeiro norte-americano afro-descendente a assumir a presidência de um país. A diferença entre ele e Barack Obama é que Roberts governou uma nação estrangeira, a Libéria.

Nascido em Norfolk, na Virgínia, ele era filho de uma ex-escrava libertada. Em 1829, a família se mudou para a Libéria, pequena colônia sustentada por políticos e religiosos brancos que bancavam a transferência de negros interessados em deixar os EUA.

Com apenas 24 anos, Roberts já era xerife. Aos 32, ele se tornou o primeiro gestor não-branco do local. Em 1846, convocou um referendo para aprovar a independência da Libéria. Em outubro de 1847, foi eleito o primeiro governante do novo país.

Sua gestão foi marcada pelo reconhecimento junto à comunidade internacional — em 1848, ele causou impacto na Inglaterra ao visitar a rainha Vitória. Mas, apesar do sucesso no exterior, no plano interno o presidente não conseguiu aproximar os colonizadores estrangeiros das etnias nativas. "Roberts foi um administrador hábil, mas não criou um ideal de nacionalidade para a região", afirma o historiador norte-americano Eric Burin.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obra disponíveis na Amazon:

Dias de Tormenta, de Branco di Fátima (2019) - https://amzn.to/3dPyJ0K

Notas sobre o anarquismo eBook Kindle, de Noam Chomsky (2015) - https://amzn.to/3dpsoqc

Fogo e fúria: Por dentro da Casa Branca de Trump eBook Kindle, de Michael Wolff (2018) - https://amzn.to/39i0ucy

Os bestializados: O Rio de Janeiro e a República que não foi eBook Kindle, de José Murilo de Carvalho (2019) - https://amzn.to/3drezru

O lulismo em crise: Um quebra-cabeça do período Dilma (2011-2016) eBook Kindle, de André Singer (2018) - https://amzn.to/2Uhw0ms

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W