Coronavírus » Pandemia

Coronavírus: Com reabertura de escolas, governo francês relaciona 70 novos casos a medida

Ministro da Educação não revelou se os novos infectados eram alunos ou funcionários, e sete escolas foram fechadas novamente

Caio Tortamano Publicado em 19/05/2020, às 06h00

Imagem ilustrativa de uma pessoa usando máscara
Imagem ilustrativa de uma pessoa usando máscara - Pixabay

Como medida de flexibilização, o governo francês liberou que um terço das crianças em cada escola poderiam voltar para as aulas presenciais. Uma semana depois, 70 novos casos do coronavírus foram relacionados a essa medida.

As aulas de 40 mil pré-escolas e ensinos primários tiveram suas turmas reduzidas em 15 crianças por vez. Atualmente, cerca de 150 mil estudantes voltaram às aulas, ao que o ministro da educação francês, Jean-Michel Blanquer, afirmou que colocou algumas crianças em risco de contaminação.

Blanquer, como resposta, afirmou que toda escola em que um caso novo fosse confirmado deveria ser fechada imediatamente. Sete escolas ao norte da França foram fechadas. Não foi detalhado se os 70 casos atingiram somente alunos ou se afetou algum professor ou funcionário.

A França é um dos países mais fortemente atingidos pela Covid-19, atualmente com 142 mil casos confirmados da doença e 28 mil mortes causadas pela doença. O país enfrentou uma queda considerável nos novos casos diários mas anda cauteloso quanto a reabertura de espaços públicos.