Coronavírus » Pandemia

Durante quarentena, homem perde paciência com barulho e mata cinco pessoas na Rússia

As vítimas, que estavam próximas ao apartamento do criminoso, foram mortas após discussão verbal com o homem

Vanessa Centamori Publicado em 06/04/2020, às 11h00

Imagem ilustrativa de homem segurando rifle de caça
Imagem ilustrativa de homem segurando rifle de caça - Pixabay

Em meio ao isolamento social contra o coronavírus, decretado pelo governo russo, um homem matou cinco pessoas que estavam próximas de sua casa, por ter se irritado com barulho. O crime ocorreu na Rússia, na vila de Yelatma, na região de Ryazan, na noite do último domingo, 5 de março.

As informações são da imprensa local, repertidas pela BBC da Rússia. Tudo teria começado com uma discussão, que envolveu as vítimas - quatro homens e uma mulher - e o assassino, um homem morador de um apartamento próximo a onde elas estavam. 

Imagem ilustrativa de carro de polícia / Crédito: Pixabay 

 

O indivíduo trocou ofensas verbais com as vítimas naquela noite. Logo em seguida, por volta das 22h (horário local), atirou contra os cinco com seu rifle de caça. Todos morreram com os disparos e o atirador tentou fugir do local. 

No entanto, o criminoso foi detido próximo à sua residência, onde seu rifle foi encontrado pela polícia. Ele foi levado para um interrogatório junto ao Comitê de Investigação da Rússia e foi preso. Foi descoberto que o homem sofre de uma doença mental e também passou por uma consulta com um psiquiatra.