Coronavírus » Pandemia

“Que morram antes de a vacina chegar”, diz padre a fiéis que não vão a missa durante pandemia

Pároco de cidade do interior de Minas Gerais disse, em cerimônia transmitida ao vivo no último domingo, 23, que espera “que não apareça vacina para essas pessoas"

Fabio Previdelli Publicado em 25/08/2020, às 10h06

O padre Antônio Firmino Lopes durante missa
O padre Antônio Firmino Lopes durante missa - Divulgação/ Facebook

Com a pandemia do coronavírus, diversos centros religiosos deixaram de receber seus fiéis em espaços físicos e passaram a transmitir missas e correntes de orações em transmissões ao vivo pela internet.

Entretanto, o padre Antônio Firmino Lopes, da Paróquia de São João Batista, em Visconde do Rio Branco, Minas Gerais, foi na contramão das recomendações de distanciamento social e desejou que todos que evitassem ir à missa enquanto não houver uma vacina contra o Covid-19, morram em decorrência da doença.

"Aí a gente vai vendo quem realmente ama a eucaristia... Porque tem alguns católicos, engraçado, que têm saúde, têm tudo e dizem: 'Eu só vou na Igreja quando tiver a vacina'. Tomara que não apareça vacina para essas pessoas. Ou que morram antes de a vacina chegar, não é?”, disse em cerimônia que foi transmitida ao vivo pelo perfil da paróquia no Facebook (a fala pode ser vista a partir da 1h07 da gravação).

"Porque tem pessoas que não têm problema nenhum, que não estão no grupo de risco. Mas isso significa que não têm fé nenhuma, essas pessoas”, completou o pároco.