Era Industrial » Entretenimento

Mercados sem atendentes: conheça o curioso projeto da Amazon

Sem atendentes humanos, os estabelecimentos da companhia de e-commerce chamaram a atenção devido aos métodos tecnológicos inovadores

Victória Gearini | @victoriagearini Publicado em 11/04/2021, às 14h16

Mercado sem caixas e atendentes
Mercado sem caixas e atendentes - Divulgação / Amazon

Nos últimos anos a tecnologia tem se tornado cada vez mais aliada dos seres humanos, facilitando nos modos de produção e no dia a dia das pessoas. 

A Amazon, empresa multinacional de tecnologia norte-americana, criada pelo bilionário Jeff Bezos, é um bom exemplo de empreendimento que se concentra no e-commerce, computação em nuvem, streaming e inteligência artificial. 

Pensando nisso, recentemente, a empresa anunciou mais um projeto inovador: lojas e mercados sem atendentes humanos, conforme noticiou o site GizModo Brasil.

O curioso projeto 

Há algum tempo, a empresa de Jeff Bezos vem testando a funcionalidade de estabelecimentos sem atendentes. Isto é, as compras são feitas no caixa pelos próprios consumidores.

Fotografia de Jeff Bezos, CEO da Amazon / Crédito: Wikimedia Commons

 

Outro fato curioso sobre este novo método está na forma de pagamento dos utensílios. Ao contrário de estabelecimentos convencionais, nas lojas e mercados da Amazon, não é preciso fazer compras com dinheiro físico ou cartão de crédito, basta ter cadastro no celular.

Segundo o site GizModo Brasil, esses espaços tecnológicos já existem nos Estados Unidos e os testes foram expandidos para a Inglaterra. 

A loja de Londres

Localizada em Londres, no Reino Unido, a loja utiliza a inovadora tecnologia Just Walk Out. Isto é, os consumidores podem fazer suas compras com maior praticidade, uma vez que, o próprio estabelecimento reconhece os itens retirados das prateleiras e os adiciona aos carrinhos virtuais.

Mercado sem caixas e atendentes / Crédito: Divulgação / Amazon

 

Tal prática é possível graças a diversos sensores e câmeras distribuídos por todo o departamento logístico. Além disso, o cliente só é cobrado pelas compras após deixar o estabelecimento.

Neste período de pandemia, o mercado de Londres limitou a capacidade de usuários no interior do local, sendo permitido apenas 20 consumidores por vez. A fim de manter o distanciamento social e medidas de prevenção, a loja disponibiliza, ainda, máscaras e álcool gel logo na entrada.

A Amazon divulgou que planeja inaugurar futuramente outros estabelecimentos neste formato ao redor de Londres e regiões próximas. 

Sobre a Amazon

A amazon é uma empresa multinacional de tecnologia com sede em Seattle, Washington. Fundada em 1994, por Jeff Bezos, a companhia de e-commerce é considerada uma das maiores empresas de tecnologia da atualidade, ao lado do Google, Apple, Microsoft e Facebook.

No início, a empresa vendia livros online. Contudo, mais tarde, expandiu os negócios e passou a comercializar eletrônicos, software, videogames, vestuário, móveis, alimentos, brinquedos, joias e muito mais. 

Considerada uma das marcas mais valiosas do globo, a empresa apresenta, ainda, uma forte influência na economia e cultura da sociedade moderna.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon: 

A Loja de Tudo. Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone (2019) -  https://amzn.to/3nz9vVC

As cartas de Bezos: 14 princípios para crescer como a Amazon, de Steve Anderson (2020) - https://amzn.to/3bvaZ0D

Jeff Bezos: Una Biografía (Edição Espanhol), de Juan Rojas (2020) - https://amzn.to/2K5udyR

O sistema Amazon, de Ram Charan e Julia Yang (2021) - https://amzn.to/39o8b2Y

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W