Notícias » Entretenimento

"Não é verdade": Irmão de Lady Di critica The Crown

Segundo ele, os produtores do seriado deveriam explicitar de uma forma mais aparente que, apesar de ser baseada em fatos reais, ainda se trata de uma ficção dramática

Giovanna de Matteo Publicado em 28/11/2020, às 09h00

A atriz Emma Corrin interpreta a Princesa Diana em The Crown
A atriz Emma Corrin interpreta a Princesa Diana em The Crown - Crédito: Divulgação/Netflix

Na quarta-feira, 25, o conde Charles Spencer, irmão da princesa Diana, deu sua opinião sobre a série The Crown durante entrevista no programa Lorraine. A produção da Netflix retrata alguns dos acontecimentos já vividos pela família real britânica, e teve sua quarta temporada lançada no dia 15 de novembro, onde foca no casamento de Diana com o príncipe Charles e sua inclusão na realeza.

Segundo ele, os produtores do seriado deveriam explicitar de uma forma mais aparente que, apesar de ser baseada em fatos reais, ainda se trata de uma ficção dramática. Spencer também revelou que não acompanha a série e não é "grande espectador": “Vi alguns episódios no passado, mas não vi nenhum dos mais recentes, apesar de a minha esposa ter visto”.

“Eu escrevo sobre história, eu informo que o que eu escrevo não é ficção, então se alguém ler, vai saber que é o que vão receber, e isso é igual com todos os historiadores. Eu acho que ajudaria bastante The Crown se, no começo de cada episódio, eles falassem que não é verdade, mas é baseado em alguns eventos reais, porque aí todos entenderiam que é um drama”, disse o homem, que atualmente trabalha como jornalista e é autor de diversoos livros de história.

“Obviamente a Netflix quer fazer muito dinheiro, porque as pessoas estão nesse negócio, mas eu me preocupo que as pessoas achem que é algo totalmente verdadeiro”, explicou Spencer. Ele expôs que uma de suas maiores decepções se diz respeito a como a sua avó materna, Ruth Roche, a baronesa de Fermoy, foi apresentada na série.

Imagem de Diana e Charles em The Crown / Crédito: Divulgação/Netflix

 

No seriado a baronesa, falecida em 1993, aparece como a responsável por “ensinar” Diana sobre os comportamentos adequados diante das normas da realeza britânica. “Ela foi retratada de um jeito particularmente desagradável, não é como ela era. Minha avó pode ter morrido há muito tempo, infelizmente, mas ela tem uma filha viva, 10 netos vivos, é justo que as pessoas sejam destruídas desse jeito? Eu acho que não”, contou Spencer.

Na opinião dele “é preciso ser honesto com o consumidor”, fato que a série deixa a desejar pela falta de clarividência a respeito de que trata-se de uma ficção. “Eles [os espectadores] estão consumindo algo que assumem que é muito, muito realista, e, pelo que eu sei, e eu não sei muitas coisas pois não estava lá, mas do que eu sei, não é preciso”, afirmou ele.

Sobre a nova temporada de The Crown

Em 15 de novembro, os fãs de The Crown — seriado que aborda o reinado de ElizabethII —, finalmente assistiram a quarta temporada da série. A nova etapa era muito aguardada pelos telespectadores, principalmente pelos novos personagens envolvidos na trama: Diana e MargaretThatcher.

A crítica internacional declarou elogios que não haviam sido vistos em temporadas anteriores, em destaque para a performance da atriz EmmaCorrin, como a princesa de Gales. Além disso, adjetivos como “cativante” e “linda” foram usados para definir a nova etapa da produção.

A quarta temporada se passa nos anos 1970, quando a Família Real Britânica começa a se preocupar com a linha de sucessão ao trono e inicia a busca de uma esposa para PríncipeCharles. A nova temporada também mostra detalhes da conturbada relação entre Thatcher e RainhaElizabeth, além do início do relacionamento entre Charles e a PrincesaDiana.