Vitrine » Reino Unido

Por que a Princesa Diana usava dois relógios — e o que isso tem a ver com a Idade Média?

A peculiaridade de Lady Di remonta ao período mediável e está atrelado a costumes antigos

Victória Gearini Publicado em 12/07/2020, às 18h01

Princesa Diana, mais conhecida como Lady Di
Princesa Diana, mais conhecida como Lady Di - Getty Images

A formidável princesa Diana sempre apareceu perante a mídia usando belos vestidos, acessórios caros e com a aparência impecável. No entanto, o que muitas pessoas podem não ter reparado é que a princesa da realeza britânica já foi flagrada usando dois relógios, um sobreposto ao outro. 

Os relógios da princesa Diana

Em julho de 1981, durante seu noivado, Diana acompanhou seu futuro marido à um jogo de pólo no Guards Polo Club, em Windsor. Na ocasião, os jornalistas repararam que a futura princesa estava usando dois relógios em seu pulso. 

Mais tarde, descobriram que o relógio fino feito de metal dourado era dela, mas o outro revestido por uma pulseira de couro era o do príncipe Charles. Supersticiosa, Diana usou o objeto do herdeiro ao trono como uma forma de homenageá-lo e lhe desejar boa sorte durante a partida de pólo. 

Tradição da Idade Média

Engana-se quem acredita que esta moda tenha sido inventada pela princesa Diana, pois tal tradição remonta à Idade Média. No período medieval, era comum que um cavaleiro prendesse atrás de seu capacete um lenço de sua amada. O ritual era visto como uma forma de desejar boa sorte ao cavaleiro, por meio do objeto utilizado como talismã.

Em outras ocasiões, Diana prestou homenagens semelhantes aos seus entes queridos. No dia de seu casamento, a princesa utilizou a tiara que estava presente em sua família a gerações, como uma forma de prestigiar a linhagem Spencer.

As demonstrações de afeto da princesa Diana em compartilhar objetos pessoais demonstram certa delicadeza e consideração pelas pessoas que ela amava. No entanto, não se engane, pois estas tradições estão diretamente ligadas aos costumes medievais, os quais a princesa resgatou enquanto estava viva.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio de obras disponíveis na Amazon:

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

O Amor Da Princesa Diana, de Anna Pasternack (2018) - https://amzn.to/2xOZ8c9

A história do século XX, de Martin Gilbert (2017) - https://amzn.to/2yFZMcv

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7