Curiosidades » Família Real

Mancha e características únicas: 5 fatos sobre o vestido de casamento de Diana

A peça usada pela Princesa Diana em seu casamento com Charles marcou a história — ditando a moda e entrando na lista das vestimentas mais notórias do século 20

Caio Tortamano Publicado em 12/11/2020, às 08h00

Diana em seu vestido de casamento
Diana em seu vestido de casamento - Divulgação/ Royal Collection

A aclamada série The Crown irá introduzir em sua nova temporada a histórica e popular Princesa Diana, casada com o filho de Elizabeth, o Príncipe Charles. Inclusive, um dos momentos mais aguardados da série é o casamento dos dois, que em 1981 marcou o mundo como um dos eventos mais assistidos da história.

Tendo chamado muita atenção na época, o vestido de Dianafoi copiado com riqueza de detalhes pela produção da série, que é uma das séries com maior investimento em toda a Netflix.

Conheça agora 5 curiosidades sobre o vestido da icônica princesa Diana:

1. Os responsáveis pelo vestido

Fugindo da tradição real, em que diferentes alfaiatarias de alto padrão entram em um verdadeiro concurso para decidir quem será a responsável por fazer o vestido da noiva em um casamento real, Diana fez um processo muito mais simples. A futura esposa de Charles falou com David e ElizabethEmanuel, a quem ela tinha conhecido pouco antes do casamento, e encomendado alguns vestidos casuais para o casal.

O convite para fazer o vestido do casamento de Diana foi feito com a maior naturalidade possível. A futura princesa apenas perguntou se os dois poderiam fazer o vestido do casamento dela e que estaria honrada caso aceitassem.


2. Mancha

Sim, um dos vestidos mais queridos e cobiçados de todos os tempos foi até o altar com uma mancha. A princesa Diana estava se aprontando para o casamento e, entre os últimos detalhes, faltava o seu perfume, um Quelques Fleurs (atualmente com o preço variando entre 145 a 500 euros na sua versão mais simples, aproximadamente entre 920 a 3 mil reais).

Charles e Diana no dia de seu casamento / Crédito: Getty Images

 

A Princesa de Gales acabou derrubando um pouco da fragrância no vestido, causando uma pequena mancha justamente na parte da frente. Para contornar o problema, ela usou o próprio vestido e a quantidade absurda de tecido usado nele para tapar a mancha, e parecer impecável aos olhos do planeta inteiro.


3. Costurado sob medida

Costurar um vestido sob medida diretamente no corpo da pessoa não é algo inédito, muitas vezes devido a algum problema envolvendo a peça. Porém, a situação com Diana foi completamente diferente, tendo a futura princesa perdido muitos quilos antes de seu casamento.

É fato que muitas noivas buscam emagrecer antes do grande dia, o problema é que o vestido foi feito em cima das medidas da Diana antes de ter emagrecido, e, por ela ter perdido vários quilos, isso afetou a proporção final da roupa. No dia do casamento, os alfaiates tiveram que costurar a mulher que estava com 58 centímetros de cintura, sendo que nas primeiras medidas ela media 68 centímetros.


4. Herança

Desde que ganhou proporções astronômicas devido ao casamento e a morte precoce de sua dona, o vestido participou de diversas exposições e mostras ao redor do mundo. Porém, atualmente, ele encontrou um refúgio muito mais particular e íntimo, está com os filhos de Diana, William e Harry, depois que o mais novo completou 30 anos de idade, em 2014.

Passeio da família real britânica/Crédito: Divulgação

 

Ambas as esposas de William e Harry (Kate Middleton e Meghan Markle, respectivamente) homenagearam a falecida sogra com partes de suas roupas em seus casamentos, mas não chegaram nem a cogitar vestir a peça criada pelo casal Emanuel.


5. Proporções gigantescas

Os números envolvendo o vestido de Diana são realmente impressionantes, ele conta com uma cauda de 1 metro e meio de comprimento, além de ter um véu com quase 140 metros de extensão. O vestido também era incrustado com 10 mil pérolas, e custou cerca de 90 mil libras na época, que se fosse convertido para os dias de hoje daria algo em torno dos 347 mil libras (quase dois milhões e meio de reais).

O vestido era tamanho que Diana teve muitos problemas ao entrar na carruagem que a levou para a Catedral de St, Paul. Para tal, o tecido teve que ser dobrado diversas vezes, e por sua natureza delicada acabou enrugando levemente. Nada, porém, que estragasse a magnitude histórica da peça.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio das obras disponíveis na Amazon:

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

A Brief History of the Private Life of Elizabeth II, Michael Paterson (2012) - https://amzn.to/394Qjsq

A Real Elizabeth, Andrew Marr (2012) - https://amzn.to/2I62WYs

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7