Coronavírus » Pandemia

Morte de americanos por coronavírus ultrapassa as causadas pela Primeira Guerra Mundial

EUA bate a impressionante marca de 116.850 mortes pela Covid-19, superando as perdas da Grande Guerra e da Guerra do Vietnã

Alana Sousa Publicado em 17/06/2020, às 12h30

Imagem ilustrativa de um teste positivo para coronavírus
Imagem ilustrativa de um teste positivo para coronavírus - Divulgação/Pixabay

A pandemia do novo coronavírus que vem causando milhares de óbitos ao redor do mundo acabou de bater mais um recorde. De acordo com a Universidade Johns Hopkins, os Estados Unidos alcançou a marca de 116.850 mortes, com 740 mortes ocorrendo apenas nas últimas 24 horas.

O dado — que por si só já é de causar espanto — é ainda mais entristecedor, do que parece. Isso, pois, ele excede o total de vidas americanas perdidas na Primeira Guerra, que foram 116.500, segundo o Departamento de Assuntos dos Veteranos dos Estados Unidos.

Já em abril, o país havia superado o número de mortos da Guerra do Vietnã, um dos episódios mais brutais do século 20, que durou 20 anos, e matou pouco mais de 58 mil pessoas.

Até o momento, os EUA permanece sendo a nação que mais tem mortos e infectados pelo novo coronavírus. Já são mais de 2 milhões de contaminados, com 20 mil novos casos sendo registrados todos os dias, ainda assim é possível observar aglomerações em espaços públicos ao redor do território.