Coronavírus » Pandemia

No Arizona, mais da metade de detentos em prisão estão com coronavírus

Os EUA têm buscado alternativas para frear a forte contaminação nesses locais

Caio Tortamano Publicado em 06/08/2020, às 15h02

Imagem ilustrativa de uma prisão sombria
Imagem ilustrativa de uma prisão sombria - Pixabay

Enquanto os Estados Unidos lideram o ranking mundial em número de mortes por coronavírus, as prisões do país também seguem a mesma lógica. Em um presídio no Arizona, mais de 500 detentos contraíram o novo vírus, isso equivale a mais da metade de toda a população carcerária do local.

A unidade ASPC-Tucson Whetstone teve exatamente 517 internos confirmados com a doença Covid-19, segundo a autoridade penitenciária do Arizona. Conforme noticiado pelo portal UOL, a penitenciária afirmou que esses presos estão cumprindo um isolamento dentro da cadeia, e recebendo os devidos cuidados médicos.

O estado americano tem, ao todo, 180 mil casos registrados de pessoas com coronavírus, pelo menos 1.400 estão enclausuradas em presídios. Na Califórnia a situação é mais preocupante. Tanto fora quanto dentro das prisões, são mais de 520 mil casos confirmados da doença, e quase 10 mil mortes.

Em determinada prisão na costa oeste dos Estados Unidos, em uma semana 22 detentos acabaram falecendo. Autoridades têm soltado detentos que respondem por crimes de menor gravidade ou que estão prestes a cumprirem totalmente suas penas, e já foram libertos mais de 15.600 prisioneiros.