Coronavírus » Estados Unidos

Segundo livro, Trump minimizou o Coronavírus de propósito

Em entrevistas ao jornalista Bob Woodward, o presidente teria afirmado que a doença é "mais mortal que uma gripe sazonal"

Pamela Malva Publicado em 09/09/2020, às 17h00

Fotografia de Donald Trump durante evento oficial
Fotografia de Donald Trump durante evento oficial - Getty Images

Criado pelo jornalista Bob Woodward, o novo livro ‘Rage’ revela que Donald Trump conhecia a real gravidade do Coronavírus desde o começo da pandemia. Segundo a publicação, o presidente dos Estados Unidos sabia que a Covid-19 era fatal.

Durante entrevista feita há mais de seis meses, Trump teria dito que a doença “é mais mortal do que uma gripe sazonal" ou comum. “Você apenas respira o ar e é assim que passa. E isso é muito complicado”, afirmou o político, segundo o The New York Times.

Em outra ocasião, no dia 19 de março, Donald Trump confirmou à Woodward que sempre tentou minimizar o coronavírus. “Ainda gosto de minimizar, porque não quero criar pânico", foi a justificativa do presidente norte-americano.

Fotografia de Donald Trump usando máscara / Crédito: Divulgação/Twitter/DonaldTrump

 

Durante um discurso em Michigan, o democrata Joe Biden afirmou que Trump "sabia e minimizou [a doença] de propósito". Oponente do republicano na corrida eleitoral desse ano, Biden ainda lamentou: "Pior, ele mentiu para o povo americano".

Para a secretária de imprensa Kayleigh McEnany, o presidente apenas ocultou a gravidade da situação intencionalmente. "Este presidente faz o que os líderes fazem, bons líderes. Mas nunca mentiu para o público americano sobre a covid-19", ela afirmou durante uma entrevista coletiva na Casa Branca na quarta-feira, 09.