Coronavírus » Pandemia

Veículo da OMS, que carregava amostras de testes de coronavírus, é alvo de ataques na Ásia

O atentado tirou a vida do motorista do carro e deixou outro funcionário ferido

Penélope Coelho Publicado em 22/04/2020, às 10h00

Selfie de Pyae Sone Win Maung
Selfie de Pyae Sone Win Maung - Divulgação

Um funcionário da Organização Mundial da Saúde, OMS, morreu após ser atingido por vários tiros em Minbya, no estado noroeste de Rakhine. O ataque ocorreu enquanto amostras de testes com suspeitas de Covid-19 estavam sendo transportadas.

Pyae Sone Win Maung, de 28 anos, era o motorista que conduzia o veículo no dia do atendado. O homem chegou a ser levado para um hospital, mas, não resistiu e morreu por ferimentos na perna e cotovelo. Outro funcionário do governo que também estava no veículo ficou gravemente ferido.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, anunciou a morte do motorista em seu Twitter e fez uma nota de condolências ao funcionário, lamentando o ocorrido. Segundo Tedros, as causas do ataque estão sendo apuradas.

 

Situação em Minbya

O combate entre os militares e a facção separatista do Exército Arakan, que luta pela autonomia de seu povo, em Minbya — cresceu ainda mais nos últimos tempos, devido à pandemia de coronavírus. A comunidade internacional lançou um apelo de cessar-fogo no local, porém, ainda sem resposta. Segundo a ONU, as mortes relacionadas a este conflito aumentaram nas últimas semanas.