Moda com História » Kristen Stewart

Kristen Stewart vive em ‘simulação’ após interpretar princesa Diana

Kristen Stewart foi indicada ao Oscar 2022 na categoria de Melhor Atriz pelo papel de Lady Di em ‘Spencer’

Redação Publicado em 09/03/2022, às 09h52 - Atualizado às 12h49

Kristen Stewart caracterizada como Lady Di em 'Spencer' (2021)
Kristen Stewart caracterizada como Lady Di em 'Spencer' (2021) - Divulgação/NEON

Kristen Stewart afirmou que sente estar vivendo em uma “simulação” após o sucesso do filme “Spencer” (2021) em que interpretou a princesa Diana sob direção de Pablo Larrain, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar 2022 pela categoria de Melhor Atriz.

A produção, que centra-se nas celebrações de Natal da família real britânica em Sandringham nos últimos dias de casamento de Lady Di e o príncipe Charles, se tornou um dos mais importantes da carreira da atriz.

Stewart falou em entrevista ao portal E! News sobre como o sucesso do longa-metragem está sendo irreal para ela, especialmente porque a artista foi indicada ao Oscar pela primeira vez em decorrência do papel.

Estou vivendo uma simulação, é bom demais. Você percorre a lista, e penso, isso é possível? Agora, eu definitivamente estou sentindo”, revelou a atriz, como repercutiu a Rolling Stone Brasil.

A artista também deu sua opinião sobre a princesa Diana, comentando sobre como ela se tornou uma figura “não nobre” com a passagem dos anos. "Acho que o triste é que, quando você a vê, ela parece alguém que quer apenas ser tocada”, explicou.

Ela continuou: “Então, há esse atrito estranho e há essa coisa que faz você se inclinar para ela, e apesar de não conhecer todos os detalhes de sua vida interior, você pode senti-los vibrando em tudo o que ela diz”.


Chanel e o cinema

Você sabia que Gabrielle Chanel teve um importante papel na indústria cinematográfica dos EUA? Isso mesmo, em Hollywood, Gabrielle revolucionou os figurinos que encantam gerações. 

Abaixo, confira o nosso especial no podcast 'Aventuras Narradas em Moda com História', com roteiro e narração de Laura Wie, especialista em História da Moda.