Curiosidades » Arqueologia

Confira os mais impressionantes achados arqueológicos da semana

De túmulo de menino do século 16 usando caldeirão como capacete à disco solar em altar de 3.500 anos, veja as maiores descobertas da semana

Isabela Barreiros Publicado em 04/10/2020, às 08h00

O túmulo encontrado no norte da Sibéria
O túmulo encontrado no norte da Sibéria - Divulgação/Alexander Gusev

1. Túmulo de menino do século 16 na Sibéria

Crédito: Divulgação/Alexander Gusev

 

Escavações realizadas no norte da Sibéria, próximo do lago Bolshoy Poluisky Sor, revelaram um túmulo de um menino datado do século 16. O mais impressionante, porém, é que o esqueleto estava disposto de uma maneira muito peculiar, nunca antes vista pelos pesquisadores: ele estava usando um caldeirão como capacete. 

O garoto encontrado provavelmente morreu com apenas seis ou sete anos de idade e também estava com uma faca de ferro ao seu redor. De acordo com os arqueólogos envolvidos na descoberta, a presença desses artefatos indica que eles foram colocados no local para que ele estivesse armado para sua vida após a morte.

Leia a notícia completa aqui.


2. Disco solar em altar de 3.500 anos na Turquia

Crédito: Divulgação/Agência Anadolu

 

Na cidade de Edirne, na Turquia, arqueólogos descobriram um impressionante disco solar em um altar de pedra localizado em um assentamento da Trácia. Pesquisas indicam que o local data de 3.500 anos atrás e “hospedava rituais e orações realizadas em aniversários e horários específicos”, segundo Engin Beksac, chefe do departamento de história da arte da Universidade Trakya. 

O pesquisador afirma ainda que o objeto em questão servia para que os trácios pudessem observar a lua e os movimentos do sol. A descoberta está totalmente relacionada com o fato de que o povo que vivia naquela região possuía um enorme conhecimento em astronomia. 

Leia a notícia completa aqui.


3. Comida de expedição japonesa de 1965 na Antártica

Lata encontrada / Crédito: Divulgação/Yumi Nakayama

 

Uma equipe de pesquisadores observou pedaços de papelão, que provavelmente compunham uma caixa em um local conhecido como Mukai Rocks, na Antártica Oriental. Eles perceberam, porém, que o local provavelmente era um esconderijo para alimentos que serviriam para situações de emergência.

Foram encontrados uma lata de Coca-Cola,  que possui o design da primeira remessa de produtos da empresa no Japão, gomas de mascar, com o desenho de um pinguim, e uma lata de carne cozida e vegetais com o rótulo “ração de emergência da Autodefesa Marítima”. A comida pertencia à 10º equipe de expedição japonesa à Antártica, que foi ao local em 1965.

Leia a notícia completa aqui.


4. Local de purificação de 2 mil anos em Israel

Crédito: Divulgação/Abd Ibrahim/Autoridade de Antiguidades de Israel

 

Estudantes do Exército e voluntários locais se uniram para realizar uma escavação na vila de Kfar Manda, em Israel, que descobriu algo impressionante: uma estrutura usada de pelos judeus no micvê, uma espécie de ritual de banhos de purificação. Acredita-se que a construção date de cerca de 2 mil anos atrás. 

Além de já ser importante por si só, os pesquisadores que analisaram a descoberta explicaram que o local é ainda mais valioso devido à sua localidade. Ele é o primeiro indício da existência de fazendas judias na Galileia, o que contraria o que se pensava antes, que os judeus do período do Segundo Templo viviam apenas dentro de aldeias e cidades. 

Leia a notícia completa aqui.


5. Análise de restos de massacre da Idade do Ferro na Espanha

Crédito: Divulgação/ Antiquity Publications Ltd / Foto de T. Fernández-Crespo

 

Um novo estudo analisou o que teria acontecido com esqueletos lesionados e queimados encontrados em um sítio arqueológico ao norte da Espanha. Os pesquisadores haviam descobertos os restos mortais de um homem que foi decapitado, outro que foi apunhalado por trás e uma adolescente teve braços amputados, entre outros.

Eles também perceberam que seus pertences ainda estavam dentro de suas casas, indicando que os habitantes foram surpreendidos pelo que os matou. A conclusão dos especialistas foi a de que a cidade não foi saqueada, mas um ataque foi planejado e criou um “vácuo de poder ou consolidado a posição de uma comunidade rival”, segundo descrito pelos cientistas. 

Leia a notícia completa aqui.


6. Estruturas de palácio milenar na China

Crédito: Divulgação/CGTN

 

Uma equipe de arqueólogos locais descobriu estruturas do importante Palácio Huaqing, localizado na província de Shaanxi, no noroeste da China, considerado uma das principais mansões imperiais do país. O local foi construído em homenagem ao filósofo chinês Laozi, fundador do Taoísmo.

Os pesquisadores identificaram o pavilhão principal do palacete, bangalôs e degraus anexados à estrutura principal, que chegou a abrigar o imperador Xuanzong. O palácio consistia em um monumento à Dinastia Tang, que reinou entre os anos de 618 e 907.

Leia a notícia completa aqui.


7. Coleção de estatuetas de terracota na Turquia

Crédito: Divulgação/Ministério da Cultura e Turismo e da Universidade de Akdeniz

 

Escavações realizadas na cidade de Myra, na província de Antália, na Turquia, revelaram uma grande coleção de 50 estatuetas de terracota que possuem entre 2 mil e 2.200 anos. As esculturas representam mulheres, homens, crianças, divindades, carneiros, cavaleiros, carregadores de frutas e mulheres com filhos.

O líder da escavação, Nevzat Çevik, em nome do Ministério da Cultura e Turismo e da Universidade de Akdeniz, explicou: “o fato de as tintas nelas estarem parcialmente preservadas nos mostra a cor das roupas que usavam em sua época. A criação dessa rica coleção de uma extraordinária variedade de estatuetas também nos mostra a tecnologia da época e a arte da estatueta”.

Leia a notícia completa aqui.


8. Templo da Era Viking na Noruega

Na Noruega, um trabalho de arqueologia revelou ruínas de diversas estruturas que podem ter sido construídas pelo vikings, entre a Idade do Ferro pré-romana (500-0 a.C.) e da Idade do Ferro Final à Idade Média (575-1500). A descoberta foi feita em uma zona de construção de moradias.

De acordo com as informações divulgadas, o achado mais impressionante foi um templo que servia como local de adoração a Odin e outros deuses nórdicos. Acredita-se que ele tenha tido 14 metros de comprimento, 7 metros de largura e seis pilares de sustentação, além de duas lareiras. 

Leia a notícia completa aqui.


9. Esqueleto persa enterrado com ponta de lança no Irã

Crédito: Divulgação/ Tehran

 

Uma equipe de arqueólogos descobriu, durante uma escavação realizada próxima à uma barragem no condado de Sarvabad, no Irã, um túmulo que pertencia ao Império Parta, que reinou na região entre 247 a.C. e 224 d.C.

Além do corpo em questão, os pesquisadores também encontraram uma ponta de lança, que provavelmente pertencia ao morto. Segundo o arqueólogo Shokouh Khosravi, líder do projeto, “abaixo das costelas, o corpo parece ter pertencido a uma pessoa que morreu em decorrência de ferimentos”.

Leia a notícia completa aqui.


10. Artefatos de 110 anos na Escócia

Crédito: Divulgação

 

Um projeto de investigação realizado em uma área próxima a uma propriedade conhecida como Cammo House revelou inúmeros artefatos antigos que provavelmente pertenciam à cozinheira e governanta da casa, Margaret Wright. Os objetos remontam às primeiras décadas de 1900.

Os pesquisadores identificaram itens muito diversos na localidade na mansão. Entre eles, os mais impressionantes e curiosos foram alguns frascos de perfumes, dentes falsos e equipamentos de cozinha supostamente usados pela idosa que comandava a casa durante o período.

Leia a notícia completa aqui.


+Saiba mais sobre arqueologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Arqueologia, de Pedro Paulo Funari (2003) - https://amzn.to/36N44tI

Uma breve história da arqueologia, de Brian Fagan (2019) - https://amzn.to/2GHGaWg

Descobrindo a arqueologia: o que os mortos podem nos contar sobre a vida?, de Alecsandra Fernandes (2014) - https://amzn.to/36QkWjD

Manual de Arqueologia Pré-histórica, de Nuno Ferreira Bicho (2011) - https://amzn.to/2S58oPL

História do Pensamento Arqueológico, de Bruce G. Trigger (2011) - https://amzn.to/34tKEeb

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W