Coronavírus » Chile

Chile vacina 140 mil pessoas no primeiro dia de imunização em massa

Iniciada na quarta-feira, 03, a enorme campanha tem o objetivo de vacinar cerca de 70% da população do país até junho de 2021

Pamela Malva Publicado em 04/02/2021, às 19h00

Imagem meramente ilustrativa de pessoa sendo vacinada
Imagem meramente ilustrativa de pessoa sendo vacinada - Divulgação/Pixabay

Em dezembro de 2020, o governo do Chile recebeu 154 mil doses da vacina da Pfizer contra o Covid-19. Agora, na última quarta-feira, 3, o país deu início ao seu programa de vacinação em massa, que busca imunizar 5 milhões de pessoas até março deste ano.

No total, o governo já assinou a compra de 36 milhões de doses dos laboratórios Pfizer, Sinovac, Johnson & Johnson e AstraZeneca. Com isso, a expectativa é de que, em junho, o país já tenha vacinado 70% dos seus 18 milhões de habitantes contra o Coronavírus.

Inicialmente, os primeiros dias da campanha de imunização têm os idosos como prioridade, começando pelos maiores de 90 anos. Só nesta quarta-feira, primeiro dia de vacinação, 140.412 pessoas já receberam doses do medicamento desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac, segundo relatório divulgado no mesmo dia.

Agora, a ideia é continuar com a vacinação em massa diariamente, sendo que a fila de prioridade será organizada em ordem etária decrescente. Para o ministro Enrique Paris, o resultado da atual campanha mostra o “caminho do progresso para conseguir derrotar o Coronavírus" e, por isso, “enche [os chilenos] de orgulho e alegria”.