Coronavírus » Pandemia

Governo da Argentina anuncia proibição da entrada de turistas no país

A medida acontece em decorrência da pandemia do novo coronavírus, sabe-se que com as novas regras, nem mesmo brasileiros podem ingressar no local

Penélope Coelho Publicado em 26/12/2020, às 08h31

Representação do coronavírus
Representação do coronavírus - Divulgação/Pixabay

De acordo com informações publicadas neste sábado, 26, pelo portal de notícias G1, a Argentina decidiu fechar suas portas para turistas de nações limítrofes, incluindo brasileiros. Sabe-se que em outubro deste ano, a Argentina havia permitido a entrada de turistas de países próximos, como: o Brasil, Chile, Paraguai, Bolívia e Uruguai, mas, voltou atrás na decisão.

Segundo revelado na publicação, a medida estará em vigor até o dia 8 de janeiro, quando a regra será revista. A decisão se deu em decorrência do aumento de casos de coronavírus no país e também pela recente descoberta de uma nova variante do vírus no Reino Unido.

Além disso, o governo da Argentina também decidiu alterar os procedimentos tomados nos casos de argentinos que viajaram para outro país. Atualmente, os cidadãos que estiveram fora devem cumprir uma quarentena obrigatória de sete dias.

Sobre a Covid-19

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, a Argentina tem atualmente 1.574.554 casos de infecção pelo novo vírus, com 42.422 mil mortes causadas em decorrência da doença.

Em 1º de dezembro de 2019, o primeiro paciente apresentava sintomas do novo coronavírus em Wuhan, epicentro da doença na China, apontou um estudo publicado na revista científica The Lancet em fevereiro deste ano.  

De lá pra cá, a doença já infectou mais de 79 milhões de pessoas ao redor do mundo, totalizando mais de 1.749.235 milhão de mortes, sendo mais de 190 mil delas apenas no Brasil, que está no segundo lugar entre os países onde mais pessoas morrerem por complicações da Covid-19. O primeiro deles é os EUA, com mais de 330 mil.