Coronavírus » Brasil

Nove Estados brasileiros batem 90% de taxa de ocupação de leitos em UTI

Entre eles, Rio Grande do Sul e Rondônia já não possuem mais vagas

Fabio Previdelli Publicado em 04/03/2021, às 11h36

Imagem meramente ilustrativa de leito em hospital
Imagem meramente ilustrativa de leito em hospital - Pixabay

No Brasil, o crescimento dos casos de Covid-19 tende se tornar ainda mais preocupante, afinal, nove estados brasileiros beiram ao colapso em seus sistemas de saúde, apresentando uma taxa de ocupação em leitos de UTI que ultrapassam os 90%. 

Segundo dados levantados pelo UOL junto às secretarias de saúde, a situação aponta que Rondônia e Rio Grande do Sul já chegaram a 100%; Santa Catarina e Acre estão com 94%; Paraná, Goiás e Sergipe estão com 91%; enquanto Ceará e Rio Grande do Norte atingiram 91%. 

"O colapso no sistema de saúde é quando você tem uma necessidade muito grande de pacientes que precisam de internação, querem em leitos ou em UTI e você não dispõe mais de estrutura hospitalar para internação. Esses pacientes, portanto, ficam sem tratamento adequado para a doença e isso aumenta muito o risco de uma evolução ruim para o óbito", explica a médica infectologista da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) Raquel Stucchi, em entrevista ao UOL. 

A situação dos outros estados são os seguintes: próximos a taxa dos 90% estão MS (90%); DF (89%); MT (88%); MA (86%); TO (84%); AM, PA e BA chegaram a 82%. Com situações pouco melhores estão: MG, RR, AM e PI (76%); SP e ES (75%); AL e RJ (72%). 

Covid-19 no Brasil  

Ontem, quarta-feira, 3, o Brasil registrou 1.910 novas mortes em decorrência do novo coronavírus, atingindo o pior número diário durante toda a pandemia, como aponta o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde) com informações estaduais unificadas.  

Até então, o pior dia havia sido 29 de julho de 2020, quando 1.595 mortes foram registradas em 24h. O novo número aumenta o total de mortos para 259.271. Além disso, dados de infecções também foram atualizados; 71.704 novos casos foram registrados, totalizando 10.718.630 confirmações no país.